quinta-feira, 21 de abril de 2011

Everyone's got one.

Eu nunca afirmei ser corajosa ou não ser hipócrita. A única coisa que neguei veementemente por toda vida foi ser sensível. Mas e daí se eu tenho um coração e nego? Deep inside, I know I have a heart.


"The hills are alive with the sound of music
With songs they have sung for a thousand years
The hills fill my heart with the sound of music
My heart wants to sing every song it hears

My heart wants to beat like the wings of the birds
that rise from the lake to the trees
My heart wants to sigh like a chime that flies
from a church on a breeze
To laugh like a brook when it trips and falls over
stones on its way
To sing through the night like a lark who is learning to pray

I go to the hills when my heart is lonely
I know I will hear what I've heard before
My heart will be blessed with the sound of music
And I'll sing once more"


(The sound of music)

3 comentários:

Fernand's disse...

sou coração até no pé, ele também pulsa.




descubra o valro do teu tum-tum, o som é bom. muito bom.

não ao boicote ao coração! rsrs

Fernand's disse...

valro = valor

Morgana Gomes disse...

Bom é negar que tem mesmo, já que é ele que primeiro "se aperta" quando algo ruim/(ou até bom) acontece... ver se dessa vez, o aperto será no fígado.